textos

A tecnologia tem sido uma babá e tanto

14:50


O ser humano admira o que agrada aos olhos. A beleza, a força física, tudo aquilo que impressiona, mas infelizmente, o intelecto nem sempre é reconhecido da mesma maneira. As pessoas admiram aquilo que causa prazer instantâneo e se declinam a tudo que aparenta ser dificultoso. Refiro-me a tudo: a alimentação saudável que exige uma atenção especial é substituída por pratos prontos; relacionamentos de uma noite só dão lugar àqueles que demoram um tempo para se concretizar e acabam durando a vida toda; ao invés de tentar descobrir o mundo com os próprios olhos, pesquisamos no Google a resposta de qualquer dúvida que aparecer.

Hoje os alimentos estão cheios de hormônios, agrotóxicos, o nosso organismo vai se alterando aos poucos, é possível reparar tais mudanças nas novas gerações... crianças antigamente nasciam miúdas, com os olhinhos fechadinhos, incapacitados de abrir nos primeiros dias. Hoje já nascem com os olhos arregalados, agitadas, adeptas as tecnologias. 

Os pais presos a rotina que o capitalismo proporciona são obrigados a entreter os filhos com essas tecnologias que proporcionam prazer instantâneo. Não precisam se preocupar mais se a criança está se pendurando no ventilador, ou descendo as escadas deitadas em um colchão, pois estão certos de que seus filhos estão lá onde foram deixados: em frente a tela de algum aparelho eletrônico, com os olhos arregalados e o cérebro fechado para qualquer outra coisa que não esteja relacionado ao que está sendo mostrado naquela tela. A tecnologia tem sido uma babá e tanto. 

Sempre foi admirável aquelas pessoas bonitas, que nos enche os olhos. Não é atoa que elas estão estampadas em outdoor, na TV, em comerciais, novelas, passarelas, sem ou com roupas, jóias, festas, sendo pagas para aparecer durante alguns minutos em algum lugar. Mas aqueles verdadeiros responsáveis pela evolução da sociedade, seja tecnológica ou humanamente falando, eles ficam em segundo, senão em terceiro plano. São lembrados apenas em matérias aleatórias de história, na escola ou na faculdade, cuja maioria de discentes estão procurando a maneira mais fácil de decorar sobre, só para poder ganhar nota e passar ao próximo nível.

Dessa maneira, é notável que os alienados são maioria. Sempre foi. Mas ainda existe aquela minoria, aquela que é responsável por tudo de bom que há hoje, e de que ainda há de vir.  

You Might Also Like

0 comentários

Oi!! Deixe seu comentário na caixinha dizendo o que achou do post, do blog ou simplesmente tirando alguma dúvida.
Para avisos sobre memes ou selinhos, comentem na página de selinhos (clique no link "Selinhos" lá em cima), por favor. Se não eu nunca vou responder por pura distração :\
Se quiser fazer uma troca de links, ou seja: parceria, comente na página "Mais blogs". O link está lá em cima, perto do link "Selinhos", vou adorar ter parceria com o seu blog :)
Então, é isso. Obrigada por comentar, volte sempre!

Cadastre-se no blog

SUBSCRIBE

Já me visitaram