textos

Hoje o dia está para ela

09:10


Saindo do laboratório aliviado, mais um dia termina. Faço meu caminho até a saída da faculdade em direção ao alojamento: Hoje o dia está para ela. Quanto tempo passou-se desde a última vez que a mantive em meus pensamentos? Mas hoje o dia está para ela, não há nada que eu vejo que não me traga memórias dessa menina.

Um carro acaba de fazer retorno, e aquela memória daquela madrugada, dela fazendo retorno na avenida e falando enquanto sorri “eu adoro fazer isso” vem à cabeça. Sinto meus olhos brilharem. Coloco uma mão no bolso da frente da calça e outra segurando a alça da mochila, balanço a cabeça fazendo não, atordoado ao lembrar-me daquele último e-mail:

“(...)Não quero
Nunca
Mais
Conversar com você. (...)“

Quantas vezes ela já não me disse isso, e quantas vezes não a provei que o que ela diz querer, o que ela diz ser melhor, não é de fato o que deve acontecer. Um sorriso escapa ao dar-me conta de que foram muitas as vezes em que consegui fazer com que ela não fosse embora, mas o sorriso de repente, num piscar de olhos, se transforma em uma expressão séria. Não que eu me importe muito com isso, mas a minha cara não está uma das melhores. Ela foi embora, e eu não segui o roteiro que faria com que ela ficasse. Ela foi embora, mas o dia está para ela.

Chego em casa e me concentro nas tarefas que devo fazer agora: lavar roupa, tomar banho, jantar. Agora ela deve estar a caminho da faculdade, há alguns meses eu já teria desejado boa viagem, e assim que ela chegasse, já teria terminado algumas dessas tarefas. A noite está para ela, a lua está cheia e amarela, daquele jeito que ela gosta, e num impulso pesquiso o seu nome no Messenger afim de perguntar se já havia visto a lua, então me vejo desapontado ao ver que só havia mensagens antigas minhas, pedindo para que ela pelo menos dissesse se está tudo bem. Volto a realidade, é como se essa vontade tenha sido uma fumaça que agora desapareceu. “Sim, ela tá muito linda.” Ela diria. Um nó na garganta se forma, o que será que ela está fazendo?

Aquela menina que conheci com recém 18 anos, que adorava criar situações das quais ela se arrependeria depois. Com a qual corri junto debaixo da chuva, procurando abrigo na biblioteca da faculdade. O que será que ela está pensando agora? A mesma que me contava sobre cada cara com quem ela estava, e sobre todas as coisas que ela fazia que deveria manter em segredo porque senão estaria encrencada. A menina que sempre tinha alguma história sobre assédio para contar e que adorava girassóis. Será que os assédios continuam? Rolo os olhos... claro que sim. Ela é linda. Será que ela está bem? Sim, ela está bem, respondo para mim mesmo, afinal de contas, agora que criou maturidade o suficiente para deixar de ficar com qualquer pessoa por simples diversão, não por mim, mas por ela, me faz ter certeza de que ela está bem e segura.

Jogo minha cabeça para trás enquanto estou sentado em uma cadeira de fios na varanda, assistindo as luzes dessa cidade. Girassóis... são flores bonitas mesmo. Ela poderia gostar de rosas: românticas e de várias cores, ou de lírios, perfumadas que só vendo, mas não, ela gosta de girassóis, aquelas que quando miúda, acompanham o trajeto de sol, e quando flor, tão grande e tão amarela, a ponto de ela querer plantar algumas centenas só pra poder olhar. Ela com certeza tem algumas histórias com girassóis para contar sobre.

Eu nunca quis magoa-la, mas eu o fiz, nunca quis que ela fosse embora, mas eu deixei. Nunca imaginei que sofreria tanto por causa de uma louca, cacheada, sem juízo, gentil, mimada, birrenta, linda, curiosa sobre portas fechadas... mas sofri. Logo eu, que me achava tão racional, por ela me vi sentimental, agindo com o coração, deixando de lado a razão. Logo eu que achei que ninguém a substituiria, substituiu.

You Might Also Like

1 comentários

  1. GOSTEI DO SEU BLOG E TENHO UM ARTIGO PARA VOCÊ

    Olá Tudo Bem? Primeiro! Quero me apresentar sou a Professora Rosimeire Feliciano Oliveira.
    A minha especialidade é falar sobre Saúde, Bem Estar e Emagrecimento.
    Escrevo atualmente para vários blogs incluindo o (beleza.blog.br).

    Achei muito interessante o seu blog, gostaria de colaborar com meu artigo, atraente e atualmente muito buscado pelo público.

    Para divulgação do meu trabalho o que necessito é um link dentro do artigo para um dos blogs que participo.
    Posso enviar um artigo ou obter um link em qualquer artigo que você escolher em seu blog.

    Também posso te dar um link nos dois blogs abaixo
    e se preferir pode me mandar um artigo.. com seu link..
    eu publico em um dos blogs abaixo:
    http://pontomakeup.com/
    http://dicasdemoda.blog.br/

    e-mail prof.rosioliveira@gmail.com

    MEU NOVO FACEBOOK:
    https://www.facebook.com/rosi.feliciano.127

    CONVITE ESPECIAL!
    Você esta convidado(a) a participar das minhas comunidades como membro moderador!
    https://plus.google.com/u/0/communities/112490298534960350287

    e também dessa
    https://plus.google.com/u/0/communities/108585939054651860940

    Não paga nada e com isso você pode compartilhar todas as suas postagens e ideais sempre que quiser e sem precisar de liberação.

    Rosi Feliciano
    Que todos nós tenhamos um dia abençoado!

    ResponderExcluir

Oi!! Deixe seu comentário na caixinha dizendo o que achou do post, do blog ou simplesmente tirando alguma dúvida.
Para avisos sobre memes ou selinhos, comentem na página de selinhos (clique no link "Selinhos" lá em cima), por favor. Se não eu nunca vou responder por pura distração :\
Se quiser fazer uma troca de links, ou seja: parceria, comente na página "Mais blogs". O link está lá em cima, perto do link "Selinhos", vou adorar ter parceria com o seu blog :)
Então, é isso. Obrigada por comentar, volte sempre!

Cadastre-se no blog

SUBSCRIBE

Já me visitaram