eu

Nós nunca estamos prontos

00:02

Créditos
Nós estávamos sendo o que duas meninas da nossa idade deveriam ser: amigas. Ambas com personalidades tão diferentes: escolhi picolé detox e ela, cascão; eu de exatas, ela de humanas; mas vamos combinar, esse detalhe não muda nada, fizemos o ensino médio juntas, antes disso era uniforme, trabalhos em grupo, merenda escolar, passos combinados, cabelos soltos e havaianas nos pés. Eu senti falta disso.

Que loucura, Laiali! Que saudades disso! – Ela disse depois de ouvir eu contando sobre você. Uau, meu coração se acendeu quando ouvi essas palavras, e ao mesmo tempo, senti um pouco de medo. Há um tempo atrás eu sonhava em viver tudo que estivesse ao meu alcance, da maneira mais intensa e proibida o possível. Isso me rendeu lembranças boas? Não acredito nisso, mas no final das contas, eu continuo fazendo a mesma coisa. Tornou-se algo tão comum que nem me lembro mais de pensar sobre isso no fim do dia.

Duvidosa é essa minha relação com você, que sem querer, está me mudando. Ele é bom demais para mim. – Por quê?? – Por que eu sou muito sem vergonha! Risos. Um dia ele ainda cairá na real e perceberá que eu sou tudo que ele não precisa ao seu lado pro resto da sua vida. A única coisa que posso fazer é terminar esse picolé, cruzar as pernas e ouvir a minha amiga falar sobre o namorado dela.

Sua demora só responde a minha dúvida em relação a você. – Não se preocupe, quando você estiver pronto, você fala com ela. – Mas você não está pronto. Viajar 200 km pra conversar sobre algo que não tem discussão não é algo que qualquer pessoa faz, aquela flor que você me deu, mexi, tentei deixar ela bonitinha entre as páginas de um romance, mas qual seria a lógica dessa flor, hoje murcha, entregue em meio ao caos que estava entre nós, contradizendo tudo que você não está fazendo?

Não se preocupe, afinal de contas, você me conhece. É só você aparecer com aquele olhar de bobo apaixonado que eu me derreto toda! Posso não dizer, mas eu adoro encaixar minha cabeça no seu ombro, adoro a maneira que sua mão é duas vezes o tamanho da minha e aquela cara que você faz quando eu cruzo as pernas usando um vestido estilo “boa moça”. Meu cérebro pode sim estar voltando a pensar do jeito que estava antes da madrugada do dia 5, mas meu coração ainda se derrete daquele jeito que eu detesto amar quando em penso em você.

You Might Also Like

0 comentários

Oi!! Deixe seu comentário na caixinha dizendo o que achou do post, do blog ou simplesmente tirando alguma dúvida.
Para avisos sobre memes ou selinhos, comentem na página de selinhos (clique no link "Selinhos" lá em cima), por favor. Se não eu nunca vou responder por pura distração :\
Se quiser fazer uma troca de links, ou seja: parceria, comente na página "Mais blogs". O link está lá em cima, perto do link "Selinhos", vou adorar ter parceria com o seu blog :)
Então, é isso. Obrigada por comentar, volte sempre!

Cadastre-se no blog

SUBSCRIBE

Já me visitaram