livros

Resenha - Dom Casmurro, de Machado de Assis

22:17

Olá!

Hoje a resenha será sobre um livro que é bem conhecido, mas nem sempre lido. Espero que gostem!


Foto de Skoob
Dominador da verdade?

Clássicos sempre apresentam certa dificuldade de entendimento, por se tratar de uma outra época, com outros costumes, outras linguagens, outros conceitos. Tudo isso e mais um pouco faz com que a maioria das pessoas leia um clássico apenas quando for realmente necessário. Entretanto isso é o que acontece com a maioria, ou seja, há pessoas que tentam, pelo menos um pouco, entender o que há de tão grandioso nos clássicos.

Dom Casmurro conta a história de Bentinho, desde a adolescência, onde se encanta pela vizinha chamada Capitu e é pressionado pela mãe para se tornar padre, mesmo contra sua vontade. Apesar de não querer ir para o seminário, Bentinho vai e deixa Capitu. Lá ele conhece um rapaz chamado Escobar, com quem começa uma amizade que ao longo dos anos iria se tornar um tormento.


Há uma série de provas que Bentinho encontra para a traição de Capitu (ação que ele julga acontecer após a saída do seminário com o amigo Escobar). Bentinho encontra provas nas ações de Capitu em relação à afinidade dela com Escobar, com o sentimento de perda que ela possui também em relação a ele, as características físicas no seu filho Ezequiel, no comportamento das pessoas ao redor dele. Muitas vezes todas essas provas parecem ser apenas ilusão de Bentinho, afinal ele estava com ciúmes doentio de Capitu, poderia criar uma ilusão tão real a ponto dele mesmo acreditar.


A narração é feita em primeira pessoa, o ponto de vista que temos conhecimento é o do Bentinho, o nome do livro faz uma associação, "Dom Casmurro" é tão imperador, dominador da verdade quanto Dom Pedro e muitos outros Dom's que o mundo já teve. Bentinho se configura no direito de estar certo. Talvez até esteja, porque, como muitos sabem, não possuímos a resposta da traição de Capitu. Contudo é difícil crer que Capitu tenha realmente traído Bentinho somente pelo ponto de vista do suposto homem traído.

 "E com uma letra bem pequena, lá estava escrito no seu epitáfio: Tentou ser, não conseguiu; tentou ter, não possuiu; tentou continuar, não prosseguiu; e nessa vida de expectativas frustradas tentou até amar… Pois bem, não conseguiu, e aqui está."
 Escrito por Bianca R. Batista

You Might Also Like

4 comentários

  1. Nossa eu adoro esse livro e no fundo quero acreditar que ela não traiu, rs

    Beijos
    www.tudodmenina.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe não é? Acredito que nem Machado sabia! haha

      Excluir

Oi!! Deixe seu comentário na caixinha dizendo o que achou do post, do blog ou simplesmente tirando alguma dúvida.
Para avisos sobre memes ou selinhos, comentem na página de selinhos (clique no link "Selinhos" lá em cima), por favor. Se não eu nunca vou responder por pura distração :\
Se quiser fazer uma troca de links, ou seja: parceria, comente na página "Mais blogs". O link está lá em cima, perto do link "Selinhos", vou adorar ter parceria com o seu blog :)
Então, é isso. Obrigada por comentar, volte sempre!

Cadastre-se no blog

SUBSCRIBE

Já me visitaram