livros

Resenha - Dez mil, de Andrea Kerbaker

22:35

Olá!

Hoje trago para vocês uma resenha sobre um livro que li recentemente e que gostei bastante. 

Espero que apreciem! 

Até a próxima.

Foto do site OLX
Devaneios de um Livro

Imagine ler um livro onde ele próprio é o narrador. Onde os livros não contam apenas histórias inventadas ou sentidas pelo autor, e sim sua própria história. Onde o livro sente, pensa, relembra e deseja como um ser humano. Um livro onde é possível se perder e se encontrar em suas páginas, em seus devaneios. Este Livro é o Dez mil de Andrea Kerbaker.

O narrador-livro não revela seu título, nem a história em suas páginas. Ele revela suas lembranças, suas angústias e seus desejos. Relembra os seus três primeiros donos: o Número Um foi na década 50, era um homem que acabara de se mudar para um novo apartamento com sua esposa, o Número Dois no finalzinho da década de 60, um rapaz meio descuidado e apaixonado por Filosofia, e o Número Três que era muito vívido e adepto à tecnologia. Entretanto chega o dia em que o Número Três se desfaz do Livro e este vai para uma livraria, fica no canto mais escondido da loja, longe da luz do sol que tanto sente falta, à espera de um Número Quatro, pois caso não apareça, ele irá para a reciclagem.

Entre as lembranças do Livro, há esperança e receio nessa espera, pois cada pessoa que entra na loja é um Número Quatro em potencial, e é preciso chamar atenção deste, porém nem sempre isso é possível. Pensar que o fim está próximo, não exatamente o fim, pois ele iria se transformar em algo, porém o encerramento do Livro, das suas páginas, da sua história é realmente angustiante.

É praticamente impossível dizer que o leitor não vá se afeiçoar ao Livro ao longo da leitura. Há tantas passagens em que a gente pode dizer "Ei! Eu faço isso também!" que nos faz pensar que o Livro está falando sobre a gente mesmo. É de se imaginar que isso fosse ocorrer pelo simples fato da pessoa ter escolhido esse livro, pois ninguém que não gosta de ler vai escolhê-lo. 

Pequeno e envolvente, Dez mil é um livro para se ler em minutos, no máximo algumas horas. É repleto de referências a vários autores de diversas épocas, o que torna a leitura ainda mais prazerosa. O modo como o Livro fala de si mesmo e do que sente é como uma conversa com a sua mente ou o próprio leitor; conversa esta bastante agradável e muitíssimo recomendada.

"Quando ele entrou, eu estava quase cochilando. Acordei na mesma hora. Deixei que desse somente alguns passos. Chamei-o baixinho, com a discrição da vergonha. Acho que mal conseguiu me ouvir. Ele se aproximou. Talvez se lembrasse. Pegou-me com um gesto decidido e fui colocado embaixo do seu braço."

Escrito por Bianca R. Batista

You Might Also Like

0 comentários

Oi!! Deixe seu comentário na caixinha dizendo o que achou do post, do blog ou simplesmente tirando alguma dúvida.
Para avisos sobre memes ou selinhos, comentem na página de selinhos (clique no link "Selinhos" lá em cima), por favor. Se não eu nunca vou responder por pura distração :\
Se quiser fazer uma troca de links, ou seja: parceria, comente na página "Mais blogs". O link está lá em cima, perto do link "Selinhos", vou adorar ter parceria com o seu blog :)
Então, é isso. Obrigada por comentar, volte sempre!

Cadastre-se no blog

SUBSCRIBE

Já me visitaram