amor

Saco de plástico

00:17


Depois de perceber que eu havia prendido a respiração por alguns instantes, soltei-a rapidamente, expirei, inspirei, nessa sequência como se eu estivesse correndo. O que acabara de acontecer? Pisquei algumas vezes sem entender, olhei pro celular e vi o relógio mudar para 22:23, vi uma nuvem atravessar a lua cheia que brilhava mais do que a aliança com diamante rosa que eu carregava na mão esquerda e dei risada. Sabe aquela risada que sai sem você perceber? Então. Eu estava rindo, sem motivos, eu estava rindo porque a nuvem atravessou a lua, eu estava rindo porque a lua brilhava mais do que a minha aliança, eu estava rindo porque o motivo de eu ter prendido a respiração sem perceber por alguns instantes atrás estava a alguns metros de mim, beijando outra pessoa.

Dei alguns passos pra trás, tentando entender o que eu fiz de errado. Meus joelhos estavam fracos, eu sentia que ia cair e que não tinha ninguém pra me segurar. Quando me dei conta, meu rosto estava molhado e ele já tinha me visto, dei mais alguns passos para trás e balancei a mão direita na minha frente, dizendo que não. Seu rosto estava pálido, o momento de alegria e prazer com a outra garota havia acabado, agora ele parecia em pânico, gritando meu nome, tentando se explicar, se aproximar, mas não conseguia. Ele parecia tão inútil, tão nojento, tão nada.

Meu estômago começou a embrulhar, o pacote de waffer light que eu comi à algumas horas atrás estava querendo sair do meu estômago pela boca, definitivamente eu queria vomitar, mas não apenas o waffer... Eu queria vomitar toda essa raiva, todo esse nojo não só dele, mas de mim, que eu sentia. Nojo de mim por quê? O que eu fiz de errado? Eu não fiz nada de errado, ele que foi um idiota. Mas por quê? Por que ele faria uma coisa dessas comigo? Eu não entendo, tá tudo errado, o mundo parece estar de cabeça pra baixo.

Eu não sei mais o que fazer, minha cabeça está doendo demais pra pensar, se alguém me perguntasse quem sou eu, acho que não conseguiria responder. Quem sou eu? Faz muito tempo que eu não sou mais eu, eu era ele, eu era nós, eu deixou de existir a alguns anos atrás. Quem sou eu? Você realmente quer saber quem sou eu? Você acha que sabe quem sou eu? Eu sou uma guria cujo coração está partido em mil pedaços, espalhado pelo peito, machucando meu estômago, arranhando meus joelhos, saindo pelos olhos.

Continuei caminhando, a cidade estava deserta, a avenida era apenas um saco de plástico sendo arrastada sem rumo pelo vento, sentei-me no degrau de uma escada em frente a entrada de uma clínica de odontologia e de repente senti-me naquele seriado que a gente gostava de assistir juntos, vi ele chegando em minha direção, coloquei minha cabeça entre meus joelhos e meus braços cruzados apertando minha barriga, eu estava fraca demais para qualquer coisa, mas mesmo assim ele sentou-se ao meu lado, colocou seu braço em volta de mim e fazendo carinho no meu cabelo disse em meio a soluços "eu sinto muito, minha pequena". 

You Might Also Like

2 comentários

  1. nossa, e depois o que vc reagiu?
    belo texto
    porqueestrelas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ai... :') também quero um alguém assim pra me consolar, haha. Adorei o texto!

    Bitocas!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir

Oi!! Deixe seu comentário na caixinha dizendo o que achou do post, do blog ou simplesmente tirando alguma dúvida.
Para avisos sobre memes ou selinhos, comentem na página de selinhos (clique no link "Selinhos" lá em cima), por favor. Se não eu nunca vou responder por pura distração :\
Se quiser fazer uma troca de links, ou seja: parceria, comente na página "Mais blogs". O link está lá em cima, perto do link "Selinhos", vou adorar ter parceria com o seu blog :)
Então, é isso. Obrigada por comentar, volte sempre!

Cadastre-se no blog

SUBSCRIBE

Já me visitaram